2.04.2011

Não se perde

Mas também acho que aquilo que é bom, e de verdade, e forte, e importante – coisa ou pessoa – na sua vida, isso não se perde. E aí lembro de Guimarães Rosa, quando dizia que “o que tem de ser tem muita força”.

A gente não tem é que se assustar com as distâncias e os afastamentos que pintam. Mas, vantagens? Ah, isso também tem.

A melhor delas é conhecer gente.
Não tem coisa melhor (nem pior) do que gente. E, na minha opinião, não é plantado no mesmo lugar, caminhando sempre pelas mesmas ruas, repetindo ano após ano os mesmos programas, que você vai conhecer pessoas novas.

[Caio Fernando Abreu]

Achei esse belo trecho no blog : http://adoce-com-limao.blogspot.com/ - que é delicadinho!!!!!

4 comentários:

Carolina Tavares disse...

É verdade precisa fazer diferente... e que venha o novo... o renovo (gosto dessa palavra).

Beijo

Andréia souto disse...

Lauren, concordo: as coisas não se perdem... Caio Fernando de Abreu tem sempre algo verdadeiro, simples e ao mesmo tempo forte.
Adorei o post.

Abraços.

Analice disse...

o meu cometario se perdeu... buaaaaaa


mas na verdade, percebi e aprendi o valor da distancia quando vim morar longo dos meus...

mas aqui c onsegui novos amigos, revi a vida de um olhar diferente...

Donaella disse...

Hoje, neste minuto que escrevo sinto suas palavras como alento, como rede para embalar minhas fantasias sobres os passos que darei daque há algumas horas. E que seja o que tem que ser, forte ou fraco, alegre ou triste!
:)
grande beijo