7.27.2009

Diário dos dias

[Foto: Lauren Cunha]

Pacientemente procurando o nexo
da flor por trás da flor,
por trás da mão que a oferta,
do discurso de quem conta a história.

Porque há uma história sendo contada,
sem cessar.
E é neste exílio que tento apreender
o farfalhar das asas do pássaro,
a timidíssima brisa deslocada
pelo bater de asas da borboleta,
até o furacão na Carolina do Norte.

a razão sem razão, do amor tanto.

[Desconheço a autoria]

2 comentários:

Cackau Loureiro disse...

E a impressão que dá que tudo continua do mesmo jeito: Lindo!

E nem reparamos...

Bem vinda por cá , sempre...volta?

bjos de Minas

clarice ge disse...

A paciência é tecelã de delicadezas. A história nos agradecerá se soubermos aprender suavemente com a natureza e evitar de modificá-la.
Foto belíssima esta e a que ilustra Caio. Ah, todas fotos estão lindas.
Beijos querida