5.26.2007

RUMO

Se perdes o norte
o rumo
a força e o desejo
Se perdes a crença em si, maior do que fora
a qualquer deus

Se perdes o amor,
não do outro,
pelo outro,
mas por si
Perderás
mais que o sangue
o pulso
e a vida
Perderás um
sagrado pedaço de ti.
[Claudio]

Nenhum comentário: